sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

De mim


De mim ninguém tira a fantasia
De mim ninguém tira a coragem
e minhas vísceras também não tirarão
nem viva , nem morta !
as minhas entranhas estranhas
ficarão sempre no lugar
exatamente onde as deixei
por que se alguém quizer roubar algo de mim
que seja muito intríseco... ah vai se dar mal.
afinal sou tão profundamente confusa,
tão perfeitamente anormal,
tão, tão, estranha!
que se quizerem roubar-me;
um sonho, um ideal, uma ilusão , uma alegria,
uma bobagem qualquer;
acabarão perdendo -se nesta imendidão que
é o meu ser , pois até eu" me perco em mim"
sendo assim de mim ninguém tira nada!
ouviu sociedade,
ouviu sistema,
e ouçam todos
de mim ninguém tira nada.

anytta

o fêto


Quem sou ?

eu sou um sopro de vida que flutua á caminho do destino?
eu sou a raiz e a semente
que fecunda o corpo quente?

Onde estou?

o meu lar parece um oceano solítàrio e escuro
mas tem carinho e aconchego
eu quero nadar rumo ao futuro
mas em que caminho ?
em que direçâo?
eu quero sair...
quero me livrar deste cordão umbilical
mas temo o mundo lá fora
eu quero sair ...
mas quero levar este meu ventre fértil
que me deu luz ,
que me deu alimento,
que me deu amor!
eu quero sair... mas sou só um grão
em desenvolvimento que precisa de abrigo e proteção


quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Dias virtuosos


Dias virtuosos há de vir,
Estarei pronto para vivenciar todos eles,
E sei que em um deles o amor estará,
Esperando para me abraçar,
Aquecer-me, devolver-me a vida,
Alimentar meus sonhos,
Agora os dias são apenas dias,
Faltando um sal, um toque especial,
E poder ter de volta aquele sorriso,
Energia a envolver todos ao redor,
Dias virtuosos, infinitos,
Estou a te buscar, tentando te fabricar,
Para que eu possa novamente do amor desfrutar.

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

conto ( O ladrão da noite)


A NOITE É O RECANTO DOS AMANTES

E EU QUE AMO SOZINHO

S EGUIREI O MEU CAMINHO

SEM ARREPENDIMENTO

COM A NOITE MORTA E DIZIMADA,

EU ANDAREI POR ESTA ESTRADA

PROCURANDO ESQUECER QUE O AMOR

QUE EU TENHO É TANTO

MAS NÃO POSSO

COMPARTILHAR

COM NINGUÉM DESTE CANTO,

POR ISTO A NOITE IREI ROUBAR

MAS DEIXO O SOL PARA O CONSOLO

DO POVO QUE TAMBÉM NÃO PODE AMAR!

ESPERO QUE PARA SEMPRE

O CALOR QUEIME ESTA GENTE

QUE DO MAL FAZ COMPANHEIRO,

E EU SOZINHO, SOLÍTARIO ,FORASTEIRO

VOU-ME EMBORA PARA OUTRA TERRA

ONDE SE AME MAIS AMOR DO QUE DINHEIRO,

ONDE EU SINTA QUE SOU GENTE

INDEPENDENTEMENTE

DE COR, CLASSE E RELIGIÃO.

FICA AQUI O MEU DESABAFO

E MINHA DECEPÇÃO

COM UMA TERRA INGRATA E INSANA

QUE ME TOMA AGORA POR LADRÃO

SÓ O QUE FIZ FOI RETRIBUIR

COM MEU AMOR E DEDICAÇÃO

A ÚNICA QUE SOUBE OUVIR

COM MUITA PACIÊNCIA

A MINHA DECLARAÇÃO.

A NOITE AGORA É MINHA AMADA

E OS AMANTES QUE VIVEM NA TERRA PASSADA

FICARÃO SEM SUA LUZ E SUA MAGIA

ESTE É O MEU CASTIGO POR TIRAREM DE MIM

A ESPERANÇA COM TAMANHA COVARDIA .

A MINHA AMADA QUE JAZIA AO MEU LADO

ETERNAMENTE , AINDA HÁ UM DIA

DE ME PERDOAR ...

POIS A MATEI NÃO POR MAL E SIM POR MEDO

DE ME ROUBAREM UM AMOR

PELO QUAL EU TANTO LUTEI;

----MAS EU HEI DE SER FELIZ

DEPOIS DE TUDO QUE PASSEI !

CHEIA DE VAZIO


Estou cheia de um vazio profundo que inunda o meu ser



este vazio que é meu , é seu e de todo mundo



o vazio que preenche o meu espaço em branco



reservado para o acaso



que por acaso náo aconteceu.



Um vazio que e espontäneo



e cotidianamente dilacera meu ventre



um vazio cancerígeno



que tanta gente sente.



Estou cheia de um vazio que vaga söfrego no meu corpo



fazendo minha alma ausentar-se,




Um vazio que disputa com a felicidade




e muitas vezes é o grande vencedor




um vazio perturbador




que atrapalha a minha existëncia.




Estou cheia de um vazio que me sufoca




mas que me faz pensar no que realmente sou




e este vazio náo é um tedio,




mâgoa, sonho ou carëncia




este vazio é o nada e me enche de incerteza...




eu quero logo que este vazio esvazie


pois já estou ficando obesa!


anytta

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

É teu.




Escute a voz dizendo o que não se sabe,
Descreva sua vida na parede,
Pegue pessoas entre o fim e o alem,
Apague coisas ruins, sim são descartáveis,
Sinta a magia, sugue toda a energia,
Apanhe boas lembranças, procure em si mesmo,
Empunhe algo que te faz feliz,
Esteja limpo, deixe a alma solta,
Esqueça do presente, desconsidere o futuro,
O momento é único, sempre será,
Saboreie com toda a sua vontade,
Empregue sua força vital, todos podem,
Transpire, respire fundo, não tema,
Já pode sentir, algo alem do normal,
Deus, anjos, orixás, algum tipo de força,
Não, não é loucura, é real,
Sempre esteve aqui, você apenas nunca notou,
Agora tire suas conclusões,
Faça o que quiser, é teu.

Beto Uchôa

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Resto do nada

EU SOU UM RESTINHO DO NADA
QUE ATRAVESSA INSANA ESTA JORANADA
EU SOU UM RESTINHO DO NADA
QUE FLUTUA NO LEITO DOS AMANTES
EU SOU ESTA NUVEM INCONSTANTE DE SENTIMENTOS INCORRETOS
EU SOU ESTA CHUVA DELIRANTE COM SEGREDOS ABSURDOS
EU SOU O MEU MUNDO, LÚDICO E DEVASSO
EU SOU O VAZIO QUE OCUPA O MEU ESPAÇO
EU SOU TORTA TAL COMO ME VEÊM
EU SOU O NADA E NADA HÁ DE ME FAZER MUDAR !

ANYTTA

AINDA É DESVAIRADA

AINDA É DESVAIRADA
E ENTRE MORRO,BOTECO E ESTRADA
SIGO SIMULTANEAMENTE,
CONHEÇO CRIANÇA,ANIMAL,GENTE
EH, PAULICÉIA DANADA!
CHUVA,CHUVISCO,CHUVARADA,
ANTÍTESE,PARADOXO,METÁFORA
EU VIVO CONFLITO,TRAGÉDIA,DESGRAÇA
MAS NÃO SOU CONTO,COMÉDIA OU FARSA.
EU SOU A SÃO PAULO MAS SOU ANA
VIVO TÃO BRASILEIRA MAS PAULISTANA
E ENQUANTO MEU SONHO NÃO REALIZAR
SEREI SEMPRE INSANA
ASSIM COMO ESTA CIDADE QUE SEMPRE ME FEZ SONHAR.
AINDA É DESVAIRADA
E JÁ QUE AQUI TEM DE TUDO UM POUCO
PROBLEMA,TESOURO,SUFOCO,
SAMBA,MACUMBA,GUERRA,
TEATRO,FOME,TERRA
BALADA,BAGUNÇA,LIBERDADE.............
NÃO SAIO TÃO CEDO DESTE LUGAR
PORQUE TANTA DIVERSIDADE ASSIM
SÓ MESMO A SÃO PAULO PODE ME DAR!
ANYTTA

Diante




Diante da vida que corri,
Em sentidos opostos,
Corro de meus fantasmas,
Que correm atrás de mim,

Diante do mundo que roda,
Em torno de si mesmo,
Rodo o mundo atrás de respostas,
As mesmas que estão em mim mesmo,

Diante do planeta que se destrói,
Em velocidade desenfreada,
Destruo a mim mesmo com as drogas,
Que encontro em minha estrada,

Diante da humanidade desumana,
Em evolução a métodos de matança,
Me esquivo da morte e dos homens,
Matando meu coração á cada dia.

Beto Uchôa

segunda-feira, 13 de outubro de 2008




Não se descreve o inexplicável,
Não se explica o que é viver,
Não há como se esquivar amor,
Não,

Não há como te descrever,
Não há nada comparado a você,
Não há como não amar você,
Não,

Não há como te esquecer,
Não há como ficar longe de você,
Não há nada perfeito sem você,
Sim,

Eu te amo.

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Dois anos de chuva, que venha o SOL


Pensava que a ferrugem tinha-me tomado conta
Que minhas engrenagens não funcionariam mais
O coração que não pulsava
A saudade que não despertava
A dor que não doía
O dormir sem sonhar
O mesmo pão seco sem manteiga

Grande mal que o vazio traz
Roubando eu de eu mesmo
Apagando-me
Transformando-me em estranho
Em um corpo vário
Oco por dentro

Não dava para acreditar no destino
Destino que tantas peças me pregou
Destino que de uma hora pra outra me surpreendeu
Trazendo você
Inexplicavelmente perfeita
Inexplicavelmente inexplicável

Estranho é sentir saudade
Saudade de quem nunca vi
Saudade de quem nunca abracei
Saudade de quem nunca ouvi a voz

É bom saber que ainda sinto
Que posso sentir

Tudo isso graças a Você

Obrigado
Abner Targino Francini

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

2 anos sem escrever

Parar aqui
Pesar
uma,
duas,
três...


vinte vezes


O medo de sentir (ou de não sentir)
De acordar cheio de sonhos (ou de não ter sonhos)
De olhar nos olhos e só enxergar a alma (ou só ver a matéria)
Mas tudo se foi (sim, se foi, se foi pra valer)

Restaram fragmentos espalhados
Uma parte em Minas Gerais
Outra dentro de mim mesmo
Grande pesadelo sem fim

(que era pra ser história encantada)

Parar aqui
Pesar
uma,
duas,
três...


vinte vezes





trinta vezes


me dar conta
que morri
já faz alguns anos
que nem escrever

MAIS um simples POEMA

CONSIGO

.....................

Anita te amo

Abner Targino Francini

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Violino


Da ceda dos olhos,
Em tuas mãos alem da visão,
Onde ao tocar o violino,
Embala meus sonhos mais remotos,
Na delicadeza em cada nota,
Cada acorde jogado ao ar,
Afaga meu coração,
Ainda na sutileza em teus gestos,
Posso alcançar um sonho deserto,
Ainda que impossível para mim,
Tocar o mesmo, ou imitar o teu som,
Vamos quero mais uma musica,
Mais um pouco do seu belo som,
Continue a me fazer sonhar,
Ao som do violino...
Beto Uchôa

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Tempo.


Curto espaço do tempo,
A contagem da distancia humana,
Onde o relógio pontualmente bate,
Corre ano após anos, vida atrás da morte,
O tempo coroe tudo e a todos,
A cada dia a imagem do espelho envelhece,
Todo o tempo que se foi não volta,
Queria agora parar no tempo,
Apenas uma década,
Para no tempo do espaço,
Igualar a minha idade a tua,
No tempo dos homens,
Para viver em busca da morte,
Ao teu lado pelo resto do tempo...

Beto Uchôa

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Cai a noite.


Cai a noite entre o dia,
Uma noite qualquer,
Um cao, um uivo,
Um vinho, um beijo,
Uma noite, um luar,
Cai o escudo durante a noite,
Uma dor, um sentimento,
Um como vazio cai,
O batom no copo, nos labios, no corpo,
Vem o frio e a solidao,
Cai a noite fria enfim,
Cai as letras na folha,
Cai o meu amor,
Cai a minha dor,
Cai, cai, cai a noite...



Beto Uchoa

terça-feira, 16 de setembro de 2008

pensamentos

No íntimo de cada ser há um sepulcro de monstruosidades.

pensamentos

Se antes eu era tola, egoísta, primitiva, alienada
hoje que sou justa, sincera, libertária ...
temo por ficar ,
estupidamente inofensiva ou
completamente desvairada!

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Cai


Cai a chuva, com ela o suor,
Cai o amor, e com ela vem à dor,
Estoura a guerra, e a luz vem da vela,
E quando a guerra é interna,
Não a luz nem de lanternas,
O gás Boliviano foi cortado,
E o jogo Brasil e Bolívia zero a zero,
Inicia-se o confronto no vizinho,
E estamos preocupados com gás,
Cai criança, mulheres e doentes,
Cai a moral da humanidade,
E com ela minha crença de um mundo melhor.

Beto Uchôa

terça-feira, 9 de setembro de 2008

O ECO


UM DIA PERGUNTEI PARA MIM MESMO
QUAL É O SENTIDO DA VIDA?
E UMA VOZ BEM LONGE ME DIZIA ,
IDA, IDA

PERCEBI QUE TINHA QUE CORRER PORQUE
A VIDA É MUITO RÁPIDA E UMA VOZ BEM LONGE ME DIZIA
IDA , IDA

FUI O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL MAS PARECIA ESTAR PERDIDA E UMA VOZ BEM LONGE ME DIZIA
IDA, IDA

ENTÃO LEMBREI QUE SE CORRESSE
PERDERIA BONS MOMENTOS
E FICARIA ESQUECIDA
E UMA VOZ LONGE ME DIZIA
IDA , IDA

DECIDI PARAR E PENSAR O QUE FAZER
MAL ME DEI POR DISTRAÍDA
E AQUELA VOZ ME REPETIA
IDA, IDA


PENSEI ENTÃO SEGUIR A VOZ
E DESCOBRIR DE ONDE ERA TRANSMITIDA
E A VOZ BEM MAIS PRÓXIMA ME DIZIA
IDA, IDA

E ENTRE RUA E AVENIDA FUI TRAÇANDO
MEU CAMINHO
PASSEI SUBIDA , DESCIDA E A VOZ ME REPETIA
IDA , IDA

DESISTI DE PROCURAR E PASSEI
POR UMA LAGOA DESCONHECIDA
AO REFLETIR -ME NA ÁGUA A VOZ
SE FORTALECIA E ME DIZIA IDA, IDA...

LOGO TUDO SE ESCLARECEU
PORQUE O ECO QUE TENTAVA ME GUIAR
ME RESPONDEU:

------- O SENTIDO DA VIDA ESTA
EM OBSERVAR O PEDIDO DE SOCORRO
DO SEU PRÓPIO EU...
ANYTTA

A GAROTA II (inspiração)


A GAROTA NÃO É SÓ BELA ELA É O CENTRO
DA MINHA(FALTA DE) ATENÇÃO
É MINHA INSPIRAÇÃO QUE ME FAZ
"DESINPIRAR"
DE TANTO PENSAR , PENSAR, PENSAR
A GAROTA É MINHA REAL UTOPIA,
MEU FLUXO ENERGÉTICO,
MEU DESEJO HIPINÓTICO
A GAROTA NÃO É SÓ BELA
E SUBITAMENTE INVADIU
MEU INVOLTÓRIO
SEM PERMISSÃO CONCEDIDA
ADENTROU NOS PENSAMENTOS , NOS SONHOS
FEZ EM MIM ALMA ERRANTE,
ENFRAQUECIDA
ACENDER UM ACHAMA QUE ESTAVA
ADORMECIDA.
ESTA GAROTA QUE O ÂMAGO QUER ABORTAR
E A RAZÃO QUER ESQUECER
É PRISIONEIRA EM MEU PEITO
MAS ESTA TÃO Á VONTADE DEITADA
NO SEU LEITO E COM TAMANHA
RESISTÊNCIA
QUE NÃO TEREI COMO REAGIR
JÁ Q UE SOU CONTRA A VIOLÊNCIA ...
... ELA QUE SAIA QUANDO BEM ENTENDER !



ANYTTA

domingo, 7 de setembro de 2008

Já amei


Um dia notei teus lindos olhos de noite,
Outrora estava pensando em você e me fugiu,
A voz doce que me dizia estar bem,
Na minha mente ainda posso escutar,
Por entre os dedos perdi a noção,
Sem notar que você me aprisionará em teu ser,
Tomei sem muita lucidez sua mão,
Com um leve abraço, sua boca eu pude beijar,
Para saber hoje o quanto é bom amar,
Há momentos que eu não quero esquecer,
Mas ainda tento esquecer feridas antigas,
As quais agora ao teu lado podem curar,
Uma noite dessas, teu olhar me tocou a alma,
E tudo o que pensava conhecer simplesmente sumiu,
Agora tenho muito mais que imaginei ter um dia,
Embora eu tente usar palavras bonitas,
Tente escrever meio sem lógica,
Posso resumir tudo em três palavras,
Eu te amo.

Gilberto G. Uchôa

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

QUEM SÃO TODOS VÓS

QUEM SÃO TODOS VÓS QUANDO ESTÃO A SÓIS
COM SEU CARA A CARA
TÈTE A TÈTE
FACE THO FACE
EM FRENTE AO ESPELHO
QUEM SÃO TODOS VÓS REALMENTE?
EU VOS DIGO EM VERDADE QUE SÃO
MEROS ESQUELETOS
SIMPLES MORTAIS
RELES PRIMATAS.
QUEM SÃO TODOS VÓS FRENTE AO ESPELHO
COM SUAS VERDADES,
SEUS DEFEITOS
SUAS MÁSCARAS?
DESMASCAREM VOSSOS ROSTOS
RASGUEM A PELE , AGRIDAM O CORPO
ARRANQUEM OS OLHOS
ARRAMQUEM OS CABELOS
ARRANQUEM O CORAÇÃO
TIREM OS ANÉIS
TIREM OS SAPATOS
TIREM A ROUPA
E DEIXEM SÓ A CAVEIRA...
VOSSOS OSSOS VERTEBRADOS VERTICALMENTE
SÓ ARTICULAM SEU CORPO
MAS NUNCA VOSSAS MENTES
VOSSAS FANTASIAS, VOSSOS SONHOS,
VOSSAS ILUSôES,
NÃO FAZEM PARTE DE SEU CORPO
MATERIALIZADO ESQUELÈTICAMENTE.
ARRANQUEM DE VOSSOS CORPOS
AS EMOÇÕES
AS MENTIRAS
A REPRESSÃO
ARRANQUEM VOSSOS DESEJOS REPRIMIDOS
QUE FICAM ATROFIADOS,ENCOLHIDOS
NUM CANTO ESCURO DO ÂMAGO
LIBERTEM ESSES SENTIMENTOS LÁ DE CASTIGO
IMPOSTOS PELA MÃE VIDA
SAIAM DE CASAS, ARMÁRIOS
GUARDA-ROUPAS, PRISÕES,
ARRANQUEM O MEDO ,
ARRANQUEM OS ESPELHOS
E ME DIGAM
QUEM SÃO TODOS VÓS?

ANYTTA

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

BIA


Você quase sempre quer pagar na mesma moeda
Não sabe, não? A cópia é imperfeita
O que faço com amor
Você sempre fez de coração vazio

De valor, de valor até que eu tenha saco!!!
De valor, de valor até que eu tenha saco!!!

Espere estar carente pra enxergar o quanto me ama
Já é tarde de mais. Eu abracei uma àrvore
Não era a àrvore do amor
Ela apenas me transmitia segurança

Quando sua boca tem feridas, eu beijo as feridas
Faço-lhe dormir e saiu de mancinho
Depois minha mãe me da um abraço
E não sinto mais vontade de chorar

De valor, de valor até que eu tenha saco!!!
De valor, de valor até que eu tenha saco!!!

Hoje eu precisava de você
Foi justamente hoje que você nunca existiu
Abner Targino Francini
ps. música escrita a mais ou menos 10 mil anos atrás.

domingo, 31 de agosto de 2008

Uhmm



Então você apareceu e me surpreendeu;
Mesmo não querendo acreditar me entregar;
Você teve a moral de quebrar as regras;
Mostrar que tudo é tão belo e diferente;

Foi tudo tão rápido, tão lindo;
Ainda hoje tento me lembrar como começou;
Mas o que importa é o que acontece,
O que me importa é você;

Não há como esquecer seu olhar;
Todo teu carinho e atenção;
Difícil não sentir saudades de você;
Mas difícil mesmo é ficar longe de ti;

Então bastou um beijo para iniciar;
Esta linda estória de amor;
Que dia após dia vem sendo escrita;
Onde eu te amo...

Beto Uchôa

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

O QUE É BELO AOS OLHOS...

FICAR COM ALGUÉM BELO, ATRAENTE QUE CHAME MUITA ATENÇÃO
ENVAIDECE MEU EGO , MAS NÃO ACALMA MEU CORAÇÃO...
...O SER HUMANO NÃO SABE MESMO O QUE QUER
O QUE VEM AOS NOSSOS OLHOS E NOS FOGE RAPIDAMENTE
É PURA ILUSÃO, É ÓTIMO PARA NOSSA ÓTICA MAS INQUIETA
A NOSSA ALMA , CONFUNDE , ENGANA , ILUDE.
COMO EU QUERIA TIRAR RAIO X DAS ALMAS (ALHEIAS) QUE PASSAM
NA MINHA VIDA,
COMO QUERIA CONHECER TODOS DE VERDADE E POR INTEIRO
PARAR A CONVERSA PELO MEIO E DIZER , UM MOMENTO
DEPOIS IR ATÉ UMA SALA TIRAR O RAIO X ANALIZAR BEM, BEM,BEM
EM SEGUIDA VOLTAR A CONVERSA COM A SATISFAÇÃO E A
CERTEZA , DE QUE AQUELA É UMA BOA ALMA,
UMA BOA PESSOA ,
UMA BOA ESCOLHA,
ASSIM EU NÃO FICARIA TÃO CONFUSA AO CONHECER
OUTROS SERES E
SEM CULPAS , SEM ARREPENDIMENTOS
EU VIVERIA SEM TER MEDO DE VIVER.

ANYTTA

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Asfalto


A sola toca o chão, gasta no asfalto,
Asfalto quente e molhado,
Mas o tênis quem quer ser caro,
Americanizado, importado,
Pessoas com fome tocam o asfalto,
Alimentam-se sobre ele, dormem sobre ele,
Quente ou molhado,
Somente quando ninguém mais se abrigar nas ruas,
Somente quando não houver mais fome,
Somente quando o asfalto for banhado de ouro,
E todos o tocarem de igual para igual,
Ai sim irei comprar um tênis milionário,
Para matar a fome dos olhos,
De quem ainda tem muito a evoluir.

Beto Uchôa

O MEDO

TODO MUNDO TEME ALGUMA COISA
EU VOU AQUI EXEMPLIFICAR :

TEMEM UM ACIDENTE VIOLENTO
TEMEM UMA MORTE PRECOCE
TEMEM UM ANIMAL PEÇONHENTO
TEMEM UMA OVERDOSE
TEMEM A DOR
TEMEM A POBREZA
TEMEM A MÁ SORTE
TEMEM A RIQUEZA
TEMEM UMA MULTIDÃO
TEMEM O TRABALHO
TEMEM UMA CONFUSÃO
TEMEM UM ESPANTALHO
TEMEM UM AMOR IMPOSSÍVEL
TEMEM UMA BEBEDEIRA
TEMEM UMA VIAGEM ÍNCRIVEL
TEMEM UMA AMIGA TRAIÇOEIRA...

...EU TEMO A SOLIDÃO POIS
NÃO TEREI
MAIS NINGUÉM PARA
LER OS MEUS POEMAS.
ANYTTA

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Gravata Colorida


Quando eu tiver bastante päo
Para meus filhos
Para minha amada
Pros meus amigos
E pros meus vizinhos
Quando eu tiver
Livros para ler
Entäo eu comprarei
Uma gravata colorida
Larga
Bonita
E darei um la;o perfeito
E ficarei mostrando
A minha gravata colorida
A todos os que gostam
De gente engravatada...


Poema de


Solano Trindade


O poeta do povo


Dedicado a dois amigos Thiago e Wilian

sábado, 23 de agosto de 2008

RAPAZ SAGAZ

Parem meus olhos, as lágrimas não aguetam
Parem minha boca, as palavras não auentam +
ah ! que saudade daquele rapaz... tão sagaz
Parem meu pensamento a cabeça quer sair
Parem meu espírito o corpo que fugir
Parem meu coração a emoção não
aguenta mais,
ah ! que saudade daquele rapaz... tão sagaz
Parem meus pés, a rua quer andar
Parem a músca , meu ouvido quer cantar
ah ! tão belo é o rapaz sagaz
que meu corpo não vai aguentar!
ANYTTA

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

PENSAMENTOS

ESTA FICANDO CADA VEZ MAIS DIFÍCIL VIVER
SEM POR EM RISCO OS MEUS IDEAIS,QUALQUER
DIA DESSES VOU DAR UMAS FÉRIAS PRO MEU
CORPO.
ANYTTA
VIVA RAUL SEIXAS!

PROCURO UM ROSTO DIFERENTE !

PROCURO UM ROSTO DIFERENTE
UM ROSTO SINCERO , ATRAENTE
UM ROSTO CARINHOSO, FINO
UM ROSTO AFEMINADO, MAS MASCULINO
PROCURO UM ROSTO EXPRESSIVO
MISTERIOSO , INTUITIVO
QUE AO GESTICULAR
NÃO DEIXE NENHUMA RULGA
PROCURO UM ROSTO INFORMAL
JUVENIL ,LIBERAL
QUE AO DERRAMAR LÁGRIMAS
NÃO DEIXE HORRORÓSAS MARCAS
PROCURO UM ROSTO SORRIDENTE
SENSUAL ,IMPONENTE
QUE SEJE MODERNO E MEDIEVAL
QUE TENHA UM MAGNETISMO
MÓRBIDO E ANGELICAL.
E TÃO PERFECCIONISTA QUE SOU
PROCURO UM ROSTO PERFEITO
QUE SE ENCAIXE AO MEU PERFEITAMENTE
MAS QUE TAL PERFEIÇÃO
NÃO ME DEIXE ENLOUQUECER
POIS DESLUMBRO-ME COM A BELEZA CARNAL
MAS ME IMPORTO MESMO
COM A DO CORAÇÃO!
ANYTTA

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

19 anos de saudade




Raulzito já faz anos que escuto suas obras,

Sabe que a cada ano que se passam suas musicas fazem mais sentido,

Sempre entendo algo novo, um novo recado,

Já faz 19 anos que vc partiu e ninguém chegou ao teu pé,

Sou grato por tudo que deixaste todos os protestos,

Todos os questionamentos e duvidas,

É com orgulho que digo hoje quando tenho que me apresentar,

Sou Beto, tenho 25 anos e sou Raulseixista,

E sempre alguém grita “Toca Raul”,

Hoje iremos nos reunir em teu nome,

Cantaremos suas musicas, iremos curtir,

E sempre tentando outra vez.

Obrigado mestre.




Beto Uchôa

terça-feira, 19 de agosto de 2008

...


Diante de nossos olhos o tempo,
Estabelecido por nos mesmo,
O futuro escondido, obscuro,

Mas tentamos desenhar ele,
Criamos um futuro em nossas mentes,
Pintamos, colorimos, sem limites,

Diante de nos o acaso,
Que por acaso resolve nos derrubar,
Tirar-nos do tempo, nos enlouquecer,

Mas temos que acreditar ser normal,
Tudo normal, ou ser julgado louco,
Dopado, drogado, ou alcoolizado,

Diante de nos o amor e a dor,
Acreditar, arriscar ou camuflar,
Dizer que é fácil é fácil,

Mas viver a dor da perca,
Da mudança, da escolha do tempo,
Esperar o futuro regrado ao acaso.

Beto Uchôa

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Rapido


Entrei entre todos eles,
Procurei tocar o teu olhar,
Gastei o tempo,
Amei,
Beijei,
Abracei,
E você partiu,
Sumiu entre todos,
Nunca mais voltou,
Eu também parti,
Sem olhar nem tocar,
Já se foi.

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

( o sexo )

o sexo é uma roda -gigante
que evolve as pessoas num
eterno ir e vir...
...neste vai e volta circular,
chegamos ao êxtase por algum instante
depois partimos sem nos despedir!

anytta

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

EU MANIFESTO!

EU NÃO QUERO SER + UM PRODUTO
PADRONIZADO, SISTEMATIZADO,
ARTIFICIALMENTE CRIADO PELO CAPITALISMO
FRUSTRADO, MACHISTA, MODERNIZADO

EU NÃO QUERO SER SÓ UMA FÊMEA
SENSÍVEL, REPRIMIDA, SUBIMISSA,
FÚTIL, ORGULOSA,
RECALCALDA, DEPRIMIDA, ALIENADA

POIS ESTA VIDA PRIMITIVA, GLOBALIZADA
CIENTIFICAMENTE MATERIALIZADA
BUROCRÁTICA-POSITIVISTA,
ELITIZADA...

QUER ANULAR, EXCLUIR, INFERIORIZAR,
DESTRUIR, ACABAR, MOLDAR,
CORROMPER, REPRIMIR,MANIPULAR
E NORMALIZAR TODOS OS INDIVÍDUOS QUE TENTAREM REAGIR

POR ISTO VOU FALAR, ESCREVER, QUESTIONAR,
INSISTIR, DUVIDAR, RECLAMAR,
REFAZER, LUTAR, GRITAR,
AFIRMAR, PERCORRER, SONHAR, DESCOBRIR,
ASSUMIR , ENFRENTAR E CONQUISTAR A MINHA LIBERDADE
PARA O MEU BEM ESTAR.
UFA!
ANYTTA

terça-feira, 12 de agosto de 2008

memória falha


Criei tantos poemas sem caneta e papel
Fui guardando em minha mente
Os versos fervorosos, os poemas complexos,
O tempo a passar no ponto de ônibus.

Mais tarde tomando banho criei canções,
Compus músicas e sonetos.
Eram tão perfeitos,
Poderiam salvar vidas ou até mesmo tirá-las.

Mais tarde tentado recordar
O que guardava em minha cabeça,
Lembrava-me vagarosamente
Que sempre me esquecerá

Abner Targino Francini

domingo, 10 de agosto de 2008

Dia dos pais



Pai eu já completei 25 anos, prováveis 33% da minha vida,
Engraçado, não sou rico, e nem te tornei rico,
Não me formei em nada, ou sou algo importante,
Nem inventei uma bomba nova para destruir os EUA,
Ou então descobri a cura do câncer ou da AIDS,
Muito menos sou um revolucionário não é,
Musico artista, jogador nada disso,
Sei que também esta difícil te dar um neto,
Sou o seu filho mais velho, que carrega teu primeiro e ultimo nome,
Mas estou me tornando um homem honrado,
E agradeço tudo ao senhor meu pai,
Porque hoje começo a tomar pauladas da vida,
E começo a imaginar o quanto é difícil,
Criar um filho como o senhor me criou,
Nunca me faltou nada, nada,
O que melhor carrego comigo são os valores morais,
Que aprendi contigo, meus heróis e fantasmas,
Hoje fico feliz em poder ir ao cinema ao teu lado,
Em poder te dar um ALL STAR e vê-lo na moda,
Hoje fico feliz em dizer que sou a tua sombra,
Que em mim corre o teu sangue,
Sou feliz em ter-lo como,
O MEU PAI.

Feliz dia dos pais.

Beto Uchôa

Neste quarto que não sonha, produzo um sonho

Não quero dormir na hora de quem acorda
Não quero levantar quando todos vão embora
Mas meu querer de nada vale
Se os homens retiram-me a vida

Esse quarto vazio não tem mais o cheiro das flores
Nem as vozes quebrando o silencio
Só me restam os latidos,
Pois os platônicos já se foram

Esse quarto vazio, nunca mais sorriu
Nem mesmo quando a bíblia foi aberta
A culpa não foi dos falsos profetas
Mas daqueles que acreditaram em suas palavras

Neste quarto que não sonha, produzo um sonho,
Nele estou rodeado de livros, ouvindo Raulzito
Visto-me de palhaço, corto-me com cacos de vidro
Tomo um belo copo de vinho e choro pela mulher amada

Abner Targino Francini

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Onde estejas




Suba escadas, por entre torres de igrejas,
Se esconda na mais profunda caverna morta,
Nossos olhares já se cruzarão, não há como sumir,
Agora meu amor ira te consumir onde estejas,

Nas mais tristes noites mortas onde o silencio fala,
Até mesmo ao lado do inconfortável dia de calor,
Decante hinos, rasgue minha alma,
Toque os sinos e aguarde a resposta que estava morta,

Esqueça velhas regras, sincronize suas vontades,
Corra sobre campos, sinta a liberdade,
Consuma do meu sangue e veja o sabor do amor,
Deste coração que agora bate acelerado por ti,

Saboreai o meu mais puro sentimento,
O que nunca senti, ele é todo seu,
Já que despertasse em mim o amor,
Tudo o que sinto por você meu amor.

Beto Uchôa

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Meias

São meias, que lava todo dia a empregada,
São meias, meias verdades que me consolam,
Em meio o mundo a fora, o mundo que me esfola,
E a noite passa, minhas meias,
No varal estendidas, são meias,
Meia vontade de viver, meia vontade de ser,
Meias verdades presidenciais,
Meias verdades tão banais,
Nem sei o que fazer, são meias, meias,
Mas é meio, meio dia meia noite,
Meio amor que tu consomes,
Meio amor que me forneces,
To meio confuso, a meia noite,
Meia lua, és meia,
É a metade da lua, metade das respostas,
Respostas tão ocultas, tão opostas, és meia,
E a empregada usada todo dia,
Meio salário em sua carteira, é meia,
A meia lua, noite e meia,
Meia nave alienígena, no meu céu,
Meias respostas militares, meio que abafando o caso,
Noite e meia volta e meia venho me aborrecer,
Tenho minhas meias, ainda falta,
Meias respostas que quero saber !!!
Beto Uchôa

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Tesouros



Fui á missa, e o escutei o padre,
E ele perguntou qual o teu tesouro,
Já faz quatro dias, e ainda reflito,
Quais os meus tesouros,
Meu fusca ou meu computador,
Minha guitarra ou meu violão,
Tão pouco para uma pessoa normal,
Mas isso não é o meu tesouro,
O que é mais importante na minha vida,
Ninguém me toma ninguém me tira,
Minhas amizades, minha família,
Meus valores, tudo o que vivi,
Não juntei dinheiro, nem bens materiais,
Mas estou enriquecendo minha alma,
Seguindo a minha verdade,
Sendo feliz, amado pelo meu Deus,
O meu tesouro é viver e amar,
Meu tesouro sou eu.


Beto Uchôa

quarta-feira, 30 de julho de 2008

SONHO REAL (PARA PAULINHO)

TÃO PRESENTE ESTAVA EM MIM
TINHA A SENSAÇÃO DE UM ÊXTASE PROFUNDO
QUE POR DESCONHECER TEMIA,
O SEU SEMBLANTE BRANDO OCULTAVA O MEU TEMOR
OUVIA O SOM DE SEUS OLHOS ATRAVÉS DOS MEUS,
PALAVRAS NÃO FORAM DITAS,
PORÈM OS GESTOS SE FIZERAM PRESENTES.
OLHOS TÃO LUZENTES QUE OFUSCAVAM OS MEUS
LÁBIOS INTENSOS E PENETRANTES
NUM CORPO OSCILANTE QUE ENCOBRIA
O MEU RAPIDAMENTE...
OH CÂNDIDO MOMENTO! ESTARÁS GUARDADO
EM MEU PEITO ETERNAMENTE
POIS JÁ O TIVE ANTERIORMENTE
EM OUTRA EXISTÊNCIA QUE SE REPETE AGORA
AFIM DE MOSTRAR- ME O SENTIDO DE UM
VERDADEIRO AMOR
ANYTTA

terça-feira, 29 de julho de 2008

coisas que eu guardo

EU GUARDO UM SAPATO TODO FURADO
EU GUARDO UMA MÁGOA,
EU GUARDO UM VERSINHO TODO RIMADO
DO PASSADO
EU GUARDO UMA BOA PROVA
EU GUARDO UM BELO GUARDANAPO
EU GUARDO UMA BONECA BARBIE
EU GUARDO UMA ROSA PERFUMADA
EU GUARDO UM INCENSO QUEBRADO
EU GUARDO MUITAS FOTOGAFIAS
EU GUARDO MINHAS POESIAS
EU GUARDO UMA DESILUSÃO
EU GUARDO UM BILHETE EM UM CORAÇÃO,
EU GUARDO UM ANTIGO BRINQUEDO
EU GUARDO UMA PAIXÃO
EU GUARDO UM GRANDE SEGREDO
MAS ESTE NÃO CONTO NÃO,
TENHO MEDO!

ANYTTA

Sim eu amo.


Dizer eu te amo é fácil,
Mas amar sim é difícil,
Amar os defeitos, as vírgulas,
Querer o calor, o suor,
Morder, morrer, comer,
Ter o instinto de proteger, acolher,
Mas dizer eu te amo é simples,
Amar é mais que palavras,
É ir até o infinito e voltar se preciso,
Dedicar-se para ser o melhor sempre,
Ser um só, carne e alma,
Amar é ter o mundo nas mãos,
Ter o poder próximo ao de Deus,
Querer estar sempre ao lado,
Se possível tomar as dores,
Sofrer no seu lugar se preciso for,
Escrever eu te amo é fácil,
Difícil mesmo é descrever o que sinto,
Mais difícil é não te amar,
Você era perfeita, inigualável,
Mas não digo eu te amo porque é fácil,
Digo por não saber como explicar,
Tudo isso que tentei dizer aqui,
Eu sempre te amei, sempre amarei,
EU TE AMO !!!



Beto Uchôa


"Antes o amor tomava o meu sangue, hoje o soro o fortalece."

A MISSÃO

SE UM DIA DEUS ME APARECER
SINCERAMENTE IREI LHE DIZER
POR QUÊ TARDAS DEUS?
JÁ QUE ESTA AQUI FALHOU
PORQUE ANTES NÃO ME LEVOU
E ALIMENTOU OS SONHOS MEUS.
EU VIVI COM FIEL DEVOÇÃO
MAS ABORTEI MINHA MISSÃO
POR ISTO SONHAVA COM A TAL PARTIDA
FOI ACERTANDO QUE ERREI
EM TUDO QUE ME EMPENHEI
PARA TER UMA BOA VIDA,
MAS ONDE ESTAVAS QUANDO PROCUREI POR TI?
ONDE ESTAVAS QUANDO CAI?
JÁ AO CHÃO NÃO CONSIGO ME LEVANTAR
PRECISEI DE SUA MÃO CARIDOSA,
PARA CURAR MINHA RUÍNA LEPROSA
E VOCÊ NÃO PODE ME AJUDAR.

ANYTTA

sexta-feira, 25 de julho de 2008

A DOR Q NÃO CURA

MINHA MENTE FORTE
MINHAS PALAVRAS FIRMES
MAS MEU CORPO FRACO E
MEU CORAÇÃO FRÁGIO
E MINHAS MÃOS SEMPRE TRÊMULAS
SUAVIZADAS PELO VENENO QUE
MUITAS VEZES ME BENIGNA
E OUTRAS TANTAS ME MALTRATA.
AH, ESTA DOR QUE NÃO CURA ,QUE NÃO SARA
QUE PRECISA SER AMENIZADA
ESTA DOR QUE DEIXA A RAZÃO ENLOUQUECER,
FAZ DE MINHA LOUCURA UMA LUCIDEZ
POIS NOS MOMENTOS EM QUE ENSANDEÇO
É QUE ENCONTRO MINHA SENSATEZ.
MINHA VOZ GROSSA,
MINHAS PERNAS FINAS,
MINHA COLUNA TORTA
MINHA SAÚDE QUE DEFINHA
MAS VIVO MINHA VIDA MORTA
MESMO COM MINHA EMBREAGUÊS
E ESTA DOR QUE ME SUFOCA
DEVE TER ALGUM SENTIDO...
ALGUM REMÉDIO , ALGUM ANTÍDOTO
MAS SÓ QUERO ME CURAR
NÃO PRETENDO FICAR ALIENADA
POIS QUANDO TODA ESTA DOR PASSAR
SEGUIREI POR UMA NOVA ESTRADA.
ANYTTA

A ESPERA

O INÌCIO DE MINHA VIDA
AINDA NÃO COMEÇOU
O MEIO JÁ PASSOU EO FIM
ESTA SEMPRE PRESENTE
E MINHA"ALMA SEMPRE AUSENTE
FERIU-SE ESTA DOENTE,
SÓ ESPERA AGORA A HORA DA PARTIDA
PARA VIVER ESPIRITUALMENTE.

ANYTTA

A PISCIANA

EU SOU A FILHA DAS PROFUNDEZAS
A GUARDIÃ DAS ÁGUAS SUBTERRÂNIAS
EU VIVO Á PROCURA DE UM MUNDO MÁGICO
SOU O ÚLTIMO ELEMENTO DO ZODÍACO
E QUERO PARTIR DESTE UNIVERSO TRÁGICO

EU SOU A FADA SURREALISTA
A MÍSTERIOSA E OTIMISTA
EU CORRO PELAS CORRENTEZAS DE MINHA"ALMA
Á PROCURA DE NOVA MUDANÇA
E SONHO COM A TÃO FORMOSA CALMA

EU SOU A ALVA SOMBRA ENFEITIÇADA
A PEQUENA SEREIA PURIFICADA
EU QUERO FUGIR DO CAMINHO OBSCURO
VOU NADAR CONTRA OS OBSTÁCULOS,
PARA RELAXAR NUM LUGAR MAIS PURO

EU SOU UMA NUVEM BRANCA PERFECIONISTA
A SÁBIA PISCIANA ROMANCISTA
EU VIVO Á PROCURA DO PARCEIRO IDEAL,
SOU A MUSA TÍMIDA DOS HORIZONTES
NESTE ESTRANHO MUNDO OCIDENTAL

EU SOU A NAVEGADORA CÂNDIDA DO SUBCONCIENTE
A MÌSTICA AVENTUREIRA E ATRAENTE
ESTOU NO TOPO INTUITIVO CELESTIAL
DESPERTO EMOÇÃO EM MEUS COMPANHEIROS
DEPOIS RETORNO A MINHA TERRA REAL!

ANYTTA

A GAROTA

CALMA CORAÇÃO É SÓ UMA BELA GAROTA QUE TE FAZ SUSPIRAR
QUANDO NO MEIO DA PRAÇA SE PÔE A SAMBAR
E HÁ TAMBORES, PANDEIROS,
MARCHINHAS DE CARNAVAL
MAS NEM A BANDA
NEM O BLOCO
A GAROTA FOI A ATRAÇÃO ESPECIAL.
LÁ NO MEIO DA MULTIDÃO
COM SEU OLHAR IRRADIA
MAS SEM MÁSCARA ,SEM CONFÈTE, SEM FANTASIA
SUA FIGURA É TÃO MAGICAMENTE INTRIGANTE
SEU JEITO ABSOLUTAMENTE ENVOLTENTE
E SOMENTE COM UM SORRISO
ELA TE FAZ PARAR...
ENTÃO CALMA CORAÇÃO
ISTO QUE TE FAZ INQUIETAR É A LEMBRANÇA
E A SAUDADE DA GAROTA
QUE TÃO LONGE SE ENCONTRA
MAS TÃO PRÓXIMA ESTÁ!

ANYTTA

Procuro desesperadamente,



Alguém neste mundo para me amar,
Uma pessoa que queira a beleza da minha alma;
E não apenas a minha embalagem,
Alguém que busque ser feliz e não a moeda,
Uma alma que cante junto a minha,
Alguém que aqueça o meu coração,
Que ame de deixe ser amada,
Quero amar teus defeitos,
Sendo assim já amarei as qualidades,

Que espante os meus demonios,
Alguém que extermine a minha solidão,
E complete o meu ser,
Enfim procuro desesperadamente,
O amor,

A quem interessar eleve seu pensamento aos céus,
Pois o mesmo trará essa energia até mim.

Beto Uchôa

quarta-feira, 23 de julho de 2008

CIA PARA SOLIDÃO

TÁ LÁ AQUELE MENDIGO ATIRADO NO CHÃO
1 DIA NO LARGO 13 ,UM DIA NA REPÚBLICA, QUASE SEMPRE NO TABOÃO
E PASSAM DIAS ,CHEGAM DIAS E O MENDIGO CONTINUA LÁ DEITADO
NUNCA MORRE...
MAS EU , QUE MATO -ME TODOS OS DIAS
1 DIA DE FOME ,1 DIA DE FRIO
1 DIA DE SEDE E CANSAÇO, E QUASE SEMPRE DE TRISTEZAS
TENHO TOALHAS BELAS SOBRE LINDAS MESAS
TENHO COMIDA E BEBIDA SEMPRE A MINHA DISPOSIÇAÕ
TENHO ATÉ COMPANHIA PARA MINHA SOLIDÃO
A QUAL EU POSSO RELATAR TODA MINHA INFÂMIA.
E COMO COMPANHEIRO OU PISCÒLOGO,
TERÁS AQUELE MENDIGO APENAS UM CÃO,
MAS QUE SÓ LHE FARÁ PRESENTE
SE O VELHO SIMPLÒRIAMENTE
LHE DER TODOS OS DIAS ALGUM PEDAÇO DE PÃO.

ANYTTA

ANTÍTESE

AS VEZES TENTO NÃO PENSAR EM NADA UM VAZIO INVADE MEU CORPO
MAS MINHA MENTE NÃO PARA
SENTIMENTOS DE CULPA ME DOMINAM ,
E JUNTO DELES UMA AUTO -PIEDADE QUE FAZ DE MIM UM INDIVÍDUO
REBAIXADAMENTE INÚTIL,
NÃO HÁ LIMITES PARA A CULPABILIDADE DE MEUS ATOS
NEM REMÉDIOS QUE POSSAM RETARDA-LOS
UMA TRISTEZA ESPORÁDICA CONSTANTEMENTE ME INVADE
VIVO AGORA ESTA MANHÃ SÔMBRIA
MAS A NOITE QUE TARDARÁ NO FIM DO DIA
PARA MIM É VAGA.
TEMO POR COMETER UM CRIME RUIM
E ME ALEGRO POR ESTAR ASSIM TÃO TRISTE.

ANYTTA

OBSCESSÃO

A VIDA EU ACHO QUE MORREU
OU PELO MENOS ESTA DESACORDADA
PORQUE TANTA COISA ACONTECEU
E A VIDA NÃO HOUVE , NÃO VÊ , NÃO FAZ NADA

A MORTE , ELA SIM ESTA VIVA
DE MORTE NÃO DEVIA SE CHAMAR
E TEM SEMPRE ALGUÉM QUE EVITA
MAS NÃO TEM QUEM CONSIGA ESCAPAR

A VIDA AINDA CONTINUA APAGADA,
SEM REAÇÃO TENTA ESPREGUIÇAR
MORRE DE MEDO DESTA JORNADA
E VIVE TENTENDO MUDAR

A MORTE MOSTRA QUE ESTA PRESENTE
DA VIDA TENTA SE APROXIMAR
PRIMEIRO ENTRA EM SUA MENTE
E SEUS IDEAIS TENTA ELIMINAR

MAS A VIDA NÃO É TÃO VULNERÁVEL
SABE QUE TEM QUE SE ARMAR
E A LUTA DA MORTE , APEZAR DE INCANSÁVEL
CEDO OU TARDE TERÉ QUE ACABAR.

ANYTTA

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Tocar o cosmo ?



Acabei de tocar o cosmo,
Já não tenho mais valores, nem rancor,
Descobri que há mais alguém,
Entre a vida e os obscuros segredos do mundo,

Acabo de concluir que não sou nada,
Ele atravessa meu corpo, toca minha alma,
Rasga minha mente e suga minha energia,
Já não há mais palavras, apenas sentimentos,

Acabei de tocar o inexplicável,
Que com mil garras me dilaceraram,
Deixa-me imóvel, inconsciente por segundos,
Sopra em meus sentimentos palavras incompreensíveis,

Acabo de ver tal força partir,
Sem rumo, sem cor, sem nada,
Sei o que senti, sei o que toquei,
Só não sei o porquê estou aqui...


Beto Uchôa

domingo, 20 de julho de 2008

Meu amor por ti

Eu te amo como se ama o silêncio, a luz, as flores,
As estrelas, o mar, as poesias, a lua,
As cores, as aves, a bíblia
E Deus;

Amo em ti por tudo quanto sofro
Por quanto já sofri
Pelo que me resta de sofrer
Por tudo eu te amo

De mim não saberás
Como te adoro, não te direis jamais,
Se te amo. . .
Acompanho-te sempre e tu não me vê contigo!

Sim eu te amo, porém jamais saberás do meu amor!
Eu te amo como se ama o perfume
E a vida, e as canções de amor
Amo-te como se ama Deus

Abner Targino Francini

sábado, 19 de julho de 2008

Você Vs. Você

Não transforme o passado como escudo, como refugio.
Não utilize-o para escapar da vida e de suas propostas,
Fique apenas atenta, pois já es madura
Aprendestes muito com teus próprios erros.

Não lhe cabe julgar o que é certo ou errado.
Não tente pensar nos dois lados, isso é perigoso.
Pense em você,
Em seu bem querer

A vida nos impõem certas batalhas,
Das quais não queremos enfrentar (mas as enfrentamos)
Tentamos ser educados com pessoas rudes,
Derrotamos as doenças,
Perdemos no amor,
Encaramos a falsidade a cada esquina,
Lutamos por causas quase perdidas
Mas dificilmente nos deixamos abalar.

Esta é nossa vida, um "filtro-solar"
Uma luta constante entre você Vs. você
Onde ninguém sai derrotado,
Mas sim fortificado.

Uma dor passada não quer dizer uma dor presente.
Talvez você se surpreenda,
Talvez apenas se desoriente
Mas pelo menos poderá dizer:

Eu vivi, arrisquei,
E ainda continuo AQUI

Abner Targino Francini

sexta-feira, 18 de julho de 2008

MINHAS NEUROSES


Minhas neuroses são constantes e espontâneas mas são minhas
São neuroses atômicas
São neuroses hipnóticas
Mas só nelas encontro respostas para as minhas

Outras neuroses leprosas,
que habitam o meu ser inteiramente e
ansiosamente espero elas crescerem como raízes de árvores que descambam sem rumo ao meu inconciente.

porém, são tão concientes de sua existência
que acostumei-me com elas.
Minhas neuroses são minhas e nelas é que preecho
o meu eterno vazio
tão absolutamente cheio,
e sem receio, as convido para habitar-me.


quinta-feira, 17 de julho de 2008

PENSAMENTOS

PODE UMA ALMA SER TÃO CONFUSA E PERDER -SE NO SEU PRÓPIO EU ?
CONFUNDIR -SE COM O OUTRO QUE LHE HABITA
E QUE TENTANDO LHE DAR ABRIGO, ACABA PERDENDO-SE
NA GRANDEZA DE SEUS SENTIMENTOS COMPLEXOS.
AH! TALVEZ ENCONTRE ALMA SEMELHANTE
PARA ENCONTRAR - ME.

ANYTTA



quarta-feira, 16 de julho de 2008

Obrigado pela cura




Foi divino como fui curado,
No momento certo, fui colocado lá,
Estava com medo da solidão,
Ferido, invisível, acuado e sofrendo,
Mas foi aparado por anjos,
Ao meu redor a paz reinava,
Encontrei esperança em teus olhos,
Amor entre tantos corações,
E o calor voltou a aquecer minha alma,
Fui abraçado, tranqüilizado, amado,
Na voz humana Deus falou diretamente comigo,
Deu-me amigos, irmãos e irmãs,
Colocou-me novamente de pé,
Deu-me vida nova, e esperança,
E a promessa da minha felicidade.


Beto Uchôa

PENSAMENTOS

ESTOU MORTA NA IMENSIDÃO DA VIDA
TÃO ABSOLUTAMENTE ACORDADA,
E EU ESTRANHAMENTE ADORMECIDA
SINTO ---- ME ACANHADA...

ANYTTA

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Engana-me



Embora não há mais flores no quintal,
Nem mesmo luz no horizonte,
Engana-me, com tuas palavras,
Diga que me ama e saia calada,
Multiplique seu tempo para todos,
Mas esconda-o de mim,
Engana-me, enquanto sonho com a vida,
Faça o que quiser até o fim chegar,
Desgrace tudo novamente, pouco importa,
Quando terminar saia sorridente,
E saboreai a tua vitória com minha derrota.



Beto Uchôa

domingo, 13 de julho de 2008

O que você perdeu

Escutei a mesma música a vida inteira
Nunca parei pra pensar em sua letra.
Estive do seu lado o tempo todo,
Mas não consigo lembrar do seu rosto

No quarto existem posters de heróis já mortos,
Sei que se sente solitário
Mesmo depois de tantos copos
O gosto ainda é amargo

Apaguei suas lembranças
E você sempre deu um jeito de relembrá-las,
Empurrei pra debaixo da cama,
Mas ainda ficaram as marcas

Irei depositar meu ódio em uma caixinha
E lhe darei de presente
Junto com as minhas outras vidas
Em que você esteve presente

Abner Targino Francini e Gisele Montilha

sábado, 12 de julho de 2008

O que falar do amor



O que falar do amor,
Se todo o fogo que havia em mim,
Se apagou,
Quando acreditei estar amando,
Que seria amado, toda ilusão,
Se acabou,
E o sentimento que havia em mim,
Me derrubou, trousse uma depressão,
E minha mente tomou,
Relendo as juras de amor que recebi,
Vejo que era tudo superficial,
Nada especial,
O que falar do amor,
Se depois de ti,
Nunca meu coração nunca mais,
De ninguém ele gostou,
O que falar do amor,
Se hoje a única coisa que sinto,
É a dor....

Beto Uchôa

sexta-feira, 11 de julho de 2008

A singularidade do meu plural

4,3,2 SE TORNAM 1 TODOS NUM DELEITO DE AMOR
COM DESEJO, COM AMOR ,COM INTENSIDADE
E DEPOS DO VINHO... TUDO COMEÇOU

PRIMEIRO A TROCA DE OLHARES =A IMAGINAÇÃO
DEPOIS A TROCA DE PALAVRAS = A VONTADE,A INDISCRIÇÃO
PEQUENOS SENTIMENTOS, O CALOR ,O TESÃO
E AO AR LIVRE TUDO SE DESENHA COM TERNURA, COM PAIXÃO

SOMOS JOVENS CARENTES RECEPTIVOS AO SER HUMANO
E EU QUERO O CORPO ALHEIO, O PROMÍSCUO ,O MUNDANO
EU QUERO OS 3 AO MESMO TEMPO,
QUERO ME PERDER NAS LINHAS DE TEUS CORPOS, CADA PEDAÇO ,CADA ANATOMIA
LÁBIOS ,PESCOÇO, BACIA
QUERO OS SEIOS, O ABDÔME, AS SENSAÇÕES
QUERO A PELE SUADA COM MARCAS, CICATRIZES, ARRANHÕES

QUERO BEBER DESTA FONTE DE LOUCURA
ME EMBREAGAR COM O VENENO DA LUXÚRIA
PERDER TODA MINHA LUCIDEZ
QUERO AVENTURAR-ME COM TOTAL LIBERDADE
EXPLODIR MINHA SENXUALIDADE
VIAJAR EM MINHA INSENSATEZ

QUERO TANTO MAS TÃO SIMPLISMENTE SER ANORMAL
QUERO FUGIR DA ROTINA, DO CASUAL
4,3,2 SE TORNAM 1
E ESTA É ASINGULARIDADE DO MEU PLURAL.

Meu Celular


Meu celular já não toca mais,
Nem mesmo despertar ele quer,
Seu nome que alimentava ele ao vibrar,
Agora com ou sem credito tanto faz,

Meu celular já não faz mais ligações,
Nem mesmo fotografar ele quer,
Sem você nele as fotos ficam sem cor,
Agora com luz ou sem luz tanto faz,

Meu celular já não toca mais musicas,
Nem mesmo carregar ele quer,
Sem você ele não tem vida,
Ligado ou desligado tanto faz.

Gilberto G. Uchôa

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Falta-me



Falta-me força na mente para me controlar,
Controlar meus pensamentos, palavras,
Falta-me ombro amigo para me acalmar,
Acalmar minha loucura, essa ira,

Ainda me falta forças para ver meu futuro,
Futuro esse que não sei se desfrutarei,
Ainda me faz falta coragem para me entregar,
E viver conforme as regras do mundo,

Falta-me ser homem,
Deixar de ser esse moleque,
Falta-me coragem para sumir do mundo,
E parar de atrasar a quem amo,

Ainda me falta saber amar,
E receber amor, seja qual forma ele for,
Ainda me faz falta suas palavras,
Provando que mereço estar vivo,

Falta-me querer fazer dinheiro,
Para ser bem visto pelas pessoas que me cercam,
Falta-me ser rico, escravo do sistema,
Para ser amado e querido,

Beto Uchôa

terça-feira, 8 de julho de 2008

Mostre-me



Mostre-me quem é você que sempre me chama,
Me de razoes para confiar em você, para ti amar,
Mostre-me que és diferente de todas,
Desperte o meu sétimo sentido, descongele meu coração,
Faça-me acreditar que a vida é mais do que apenas isso que conheço,
Seja você mesma, e deixe-me tocar sua alma,
Cuide de você, mas tenha tempo para me atender,
Tenha tempo para mim, para me odiar e amar,
Diga o que você espera de mim, talvez eu não possa atender,
Mostre-me que faço parte de ti, e seja parte de mim,
Mostre-me quem é você por detrás desta alma,
Não quero ter medo do amanha, de quem você será amanha,
Me de razoes para acreditar que estou certo,
Mas se não tiver como me mostrar tantas coisas,
Quero apenas saber qual o meu valor,
O quanto vale isso tudo,
Mostre-me quem eu sou...

Beto Uchôa

Obrigado



Obrigado por fortalecer o meu escudo,
Afiar ainda mais minhas garras meus dentes,
Obrigar meu coração a bater mais lento,
Esfriando ele a mais baixa temperatura,
Até mesmo por abrir minha ferida novamente,
E fazer todo o sangue jorrar novamente,
Obrigado por aguçar ainda mais minha visão,
Recolocar minas em meu peito,
Diminuir minha fome, aumentar minha solidão,
Ou ainda por me jogar ao desconhecido,
E forçar-me a levantar e andar sozinho,
A criar um conflito em minha mente,
Onde tudo é tão confuso, tão obscuro,
Até mesmo pelo medo que tenho hoje de sonhar,
Mas agradeço mesmo por ainda estar vivo,
E saber que um dia ainda voltarei,
Amar.

Beto Uchôa

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Diga-me


Entre aço e mato, cães de gatos;
Vive-se sem querer notar a vida;
São valores tal quais odores não se agüenta;
Criados e domesticados, olhos vendados;
Fácil assim é só buscar a moeda;
Se curvar diante das leis, que não se aplica ao rei;
O aço voa pelo ar, ao te tocar, você toca o mato;
Mas é normal, seja apenas igual;
Escravo, controlado, dócil, alimente eles,
Mente doentia, louco o chamam;
Drogas subjugadas, a televisão não da nada;
Mas você só deve servir e mais nada;
Somos cães e gatos, animais de pasto;
Não somos o que queremos, apenas queremos ser;
Diga-me, quer ser você?

sábado, 5 de julho de 2008

Quem foi você


Todos os dias você me vinha as suas coisas;
Suas mandingas, suas mentiras suas birras;
E eu sempre acreditava em você;
Dias comuns, dias atrás esperava por você;
Mas você sumiu, e nunca mais voltou;
Nesse momento já não sinto sua falta;
Tenho mil perguntas a minha volta;
Já não sinto o seu cheiro, nem o sabor;
Você já não invade os meus sonhos;
Já não bebo por causa de você;
Não preciso me esforçar para te esquecer;
Você simplesmente sumiu de mim;
Tanto é que hoje tive que me esforçar;
Esforçar para lembrar, para poder escrever,
Lembrar e escrever que um dia conheci;
Você...



Beto Uchôa

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Goles de vinho


Dilatarei teus olhos,
Aquecerei tua alma,
Rasgarei teus sentidos,
Em meio a goles de vinho,
Penetrarei em sua mente,
Roubarei teu fôlego,
Tuas palavras,
Marcarei teu corpo,
Em meio a goles de vinho,
Irei levá-la ao céu,
E o profundo abismo,
Com gestos insanos,
E inocentes,
Gozaremos do mesmo vinho,
O mesmo prazer,
E a deixarei,
Em meio a goles de vinho.



Beto Uchôa

Thiago Morais

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Era Priscila.



Tão lindo era seu semblante,
Eras pura, inocente,
Mas mal a conheci,
Veio o destino,
Rapidamente,
Sem perguntar,
Pelas mãos,
Entre olhos humanos,
A levou,
A medicina nada fez,
O medico calou,
Ela partiu,
Teu sorriso ficou,
Seu nome,
Teu carinho,
Teus beijos,
O sabor de teus lábios,
Sua imagem,
Minha mente nunca apagou...

Beto Uchôa

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Tudo ele movimenta


Estou com 25 anos tenho tudo e nunca terei nada,
A matéria aqui vale mais que a minha própria artéria,
O certo em momentos esta errado, e tudo ele movimenta,
Não vejo a lógica nem vontade de seguir,
Não o tenho e nem tenho vontade de ter o mesmo,
Mas ele tudo movimenta,
Diante de mim colocam ele no topo, quase um Deus ele reina,
Já vale mais que o amor, e gera muita felicidade e dor,
Não o tenho mas sou julgado e induzido a conquistar o mesmo,
Pois tudo ele movimenta,
E sem ele não me alimento, não visto nem bebo,
Por ele se mata, se julga e tentam viver,
Chego a pensar se a vida se limita a isso,
Se tenho que viver para o dinheiro, pois tudo ele movimenta,
Estou no momento perdido dentro de mim,
Ainda não tenho vontade de conquista-lo e não tenho o mesmo,
Sei que não é Deus mas tudo ele movimenta,
E se viver é realmente isso, somos todos um numero,
Meu numero atual é
ZERO .


Beto Uchôa

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Quero você

Desbravei teus olhos inseguros atrás de respostas,
Mas cai contradição ao encontrar apenas perguntas,
Tentei ir mais alem, conhecer sua mente,
Saciar minha cede em teus lábios,
Aquecer minha alma ao teu fogo,
Unir nossas forças para evoluir,
Mas um dia depois tudo se perdeu,
Rodeado por mais perguntas e duvidas,
Procurei te abraçar, você se esquivou,
Sondei o eu olhar, mas ele se calou,
Arrumei assuntos para de ti me reaproximar,
E você os calou, se afastou, esta distante,
Mas quem é você afinal,
Porque rouba de mim o sonho,
Tiras de mim a tua amizade,
Faz-me questionar a mim mesmo,
Mas se o meu erro foi querer te conhecer,
Irei continuar a errar até morrer,
Pois quero teus segredos, defeitos,
Quero você.

BetoUchôa

domingo, 29 de junho de 2008

Sonhos distintos


São distintos os sonhos.
Alguns sonham em bens materiais,
Carros, casas, celulares ou roupas quem sabe,
Sonham em ter faculdades, dinheiro,
Outras pessoas sonham apenas quando dormem,
Se recusando a acreditar na vida,
Mas a vida em todo é um sonho,
E aqueles que se dão conta disto,
Sonham o tempo todo, sonham acordados,
E a cada dia estão sonhando coisas novas,
E vivenciando momentos novos,
Momentos raros, belos e Divinos,
Quando um sonho se torna realidade,
Tudo fica belo, claro, tudo vem à tona,
E o céu não passa a ser mais o limite,
Mas sim uma luz accessível,
Sonhar faz parte da vida,
Correr atrás dele e vive-lo,
Cabe há cada um de nos,
Vivo sonhando e vivendo,
Apenas deixarei de sonhar quando,
Os sinos da morte dobrarem para mim...

sábado, 28 de junho de 2008

São João na avenida central



Minha vida, pega a avenida central,
Não tenho grana pra comprar nem um mingau,
Caso cruze teu caminho é benção e tchau,
Neste momento tomo uma gelada pra esquecer da injustiça,
E uma quente para aquecer o coração,
Vou beber todas pois é mês de são João,
Teve até dia dos namorados e fiquei na mão, ou não,
Pelo menos não gastei nenhum tostão,
Com alguém que estava comigo por comodismo e não tinha reação,
Agora quero esquecer de tudo e cair na zoarão,
Com muitos amigos e amor no coração,
Vamos caminhar juntos vivendo a mesma emoção,
Olho para o mundo e me causa indignação,
Existe muita desigualdade, o fogueira aquece o quentão,
Fome em contraste ao carnaval, ou nao,
Esse dias estava esperando meu ônibus,
E vi os caras acabarem com a barraca do camelo,
Ele apenas estava querendo ganhar seu ganha pão,
Será que o sistema quer mais um ladrão,
Ele o terá querendo ou não, ou nao,
Por isso continuo bebendo tentando esquecer tanta humilhação,
Minha vida, pega a avenida central,
Mas todas elas são sempre igual,
Sempre acabo bêbado no matagal,
São dias de são João nada mal...

Beto Uchôa
Felipe Melantonio

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Trem fantasma




O trem fantasma que cruza minha estrada;

Nunca se atrasa;
Ele não tem trilhos nem asas;
Apenas vem e passa;
O espaço em seus vagões nunca se acaba;
E dele ninguém escapa;
É silencioso, quando passa muitas almas ele arrasta;
Não se importa com cor ou raça;
Apenas o seu corpo ele descarta;
Para uns ele é a salvação;
Outros o têm como a perdição;
O trem fantasma que cruza minha estrada;
Apenas passa e não diz nada;
O trem fantasma que cruza minha estrada;
Disseram-me que ele é uma piada;
E que tal ilusão não leva a nada;
O trem fantasma que cruza minha estrada;
Tantos já se foram com ele;
E a minha passagem já esta garantida;
Logo minha vez de partir vai chegar;
E o trem fantasma eu também vou pegar..


Beto Uchôa

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Sem nada


Sem nada, aqui ainda estou,
Ainda atrás da lógica sabendo que não há em momento algum,
Muito perto de mim alguém que não vejo,
Longe talvez minha vida ou um sonho,
Mas como saber sem arriscar,sem arriscar novamente errar,
Aqui estou esperando o mundo rodar e o futuro chegar,
Esperando você, e sem nada,
Mas onde devo chegar, e quem disse quer se deve chegar,
O que é viver se não posso fazer o que quero,
E quero agora só você,
Você em mim eu na sua alma, arriscando o amor,
Sem palavras, sem você,
Continuo sem nada............